Pesquisar este blog

30 de set de 2010

Polaco loco paca

Paulo Leminski é a enciclopédia da poesia contemporânea. Deixou de se apresentar em 1989, mas ainda vive entre nós, tirando uma - ou várias - com a nossa cara. Antecipou o twitter com seus poemas dinâmicos, rápidos, que deixavam (e ainda deixam) nos leitores incautos a falsa impressão de fugacidade, de picardia, de desleixo com a língua.
O polaco foi o poeta da língua falada, dos sentimentos cotidianos; o poeta do verso esperto, envolvente, pseudomarginal, descomplicado. Este vídeo mostra um pouco das suas ideias e alguns poemas, também responde questões sobre poesia e o "fazer-poético", com contundência e efusão, sem ser chato. 
Dá-lhe, Leminski!   

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário